Os jovens da EJA e o trabalho: repensando a prática a partir das expectativas e representações sociais

22/12/2017

Daniele da Silva Maia Gouveia
Alcina Maria Testa Braz da Silva 

Resumo:

O crescente ingresso de alunos cada vez mais jovens na Educação de Jovens e Adultos (EJA) possui diversos motivos, assim como várias são as razões que levaram esses alunos a abandonar seus estudos. O que pouco se discute é a relação que existe entre estes motivos e as expectativas dos jovens da EJA. Essa relação gira em torno do trabalho e de seus interesses em garantir um futuro melhor para sua família e para si próprio. O objetivo deste estudo é conhecer o perfil dos jovens da EJA, a partir da análise de suas experiências profissionais e expectativas, alertando para a necessidade de repensar o currículo e as práticas no Ensino Médio da EJA para que as suas expectativas de formação sejam atendidas. A pesquisa que possui caráter qualitativo utiliza como metodologia a análise de conteúdo de Bardin com auxílio do software Atlas ti e é balizada pelos conceitos da Teoria das Representações Sociais (TRS), assumida como referencial teórico. 

Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos. Trabalho. Representações sociais. Práticas educativas

Acesse o texto completo publicado na Revista Educação e Cultura Contemporânea. 

https://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/3754/2002